terça-feira, julho 07, 2009

Amizade se vai, e a lembrança fica.

Desculpa chegar assim do nada, sei que deve ser tarde demais, deve passar da meia noite.
Mas tinha que entregar em suas mãos, uma carta para que lesse meu futuro.
Me desculpe a ausência, eu sei quais são as conseqüências.
Não sei se lembra do meu nome, ou numero de telefone, mas por me conhecer tanto, acho que ainda sabe o que penso. Pois é, as coisas mudaram por aqui, inverno não é mais tão frio, mais a primavera continua florida.
Desculpa por entre linhas ficar nessas redundâncias, e não dizer logo o que penso. Dar voltas em nó sempre foi meu forte, ao em vez de soltar ele dali.
Não me pergunte qual é meu intuito de estar aqui, porque acredito que seja nenhum.
É que as vezes lembro de você, e não de relance, mais com uma intensidade sem igual.
Levantei agora, e procurei meu celular pra te ligar, mais eu tenho medo da sua reação quando eu disser: alô, é ‘fulana’. E você me perguntar: quem? Como se não soubesse mais que existo.
Por umas dez ou mais vezes digitei seu numero, e você não estava. E por mais que não saiba mais nada de você, ainda sei que esta bem, e sinto que as coisas estão caminhando bem.
Aprendi ter mais fé, e por isso sei que as coisas estão bem por ai. Fé em você, e no seu potencial, coisa que sempre tive, mais hoje tenho certeza. Alias, sempre tive certeza, mais hoje enxergo mais que um palmo a minha frente.
Eu não sei se devo te pedir desculpas por ser quem fui, e não ser quem sou. Aprendi tantas coisas, e não quis admitir que quem me ensinou foi nada mais do que você.
Pois é, “temos que nos comparar com os melhores Ana”.
Fui tão pequena, que não podia enxergar, a grandeza que um ser pode chegar a ser.
Uma revista de historia me arrancam lágrimas, e olha que nunca fui tão mal nessa matéria.
Alias, nunca fui boa em matéria alguma, e quando se tratava de dar valor, era eu com nota vermelha.
Juro que sempre quis me dedicar, ser esforçada, e dar o melhor de mim, juro que quis ser bem mais do que fui.
Mas, me arrepender pra que? Se hoje os dias passam tão rápido, que nem sei mais que horas são.
Perco a noção do tempo, quando a única noção que tenho, é que preciso mostrar pra você pelo menos uma vez na vida que eu me importo sim, e que eu quero seu bem.
Que não vejo a hora de poder ouvir de você: olha, meus filhos estão lindos, formei minha família, no trabalho esta indo tudo bem, e só estou te procurando, porque sei que você ainda quer ouvir falar de mim.
E também tenho vontade de te desejar mil coisas, feliz natal do ano passado, e do retrasado também. E também feliz ano novo. Te desejar prosperidade, saúde, paz, alegria.
Tentar fazer você acreditar uma vez na vida que nada nunca foi em vão. Te pedir desculpas se isso foi um incomodo, e por fim, um abraço apertado.
E eu NUNCA VOU ESQUECER VOCÊ. Nsqetam.

13 comentários:

Daniela Filipini disse...

Que LINDO, eu adorei! Lindo lindo (:
To seguindoo \o

Neutron Neuron disse...

sabe, eu tinha isso.
agora nao tenho mais.
acho que me falta a nostalgia necessaria.

Afinal, se fosse pra manter contato com essas pessoas, eu teria mantido.
Mas algo aconteceu e nossos caminhos se distanciaram.
Eu mudei. Elas mudaram. E a conexao se foi.
Nao sou mais quem ela tem em suas memorias e vice-versa.
E foi bom enquanto durou. E me contento em saber que estao bem onde estao.
E agora, aproveito quem estah em minha vida. Exploro cada pedacinho deles que posso. Porque sei que um dia pode ser que percamos contato tambem. Ou nao.
E soh. (:

Débora Andrade disse...

A quem quer que seja dedicado, não há como recusar-lhe o abraço, nem nada, muito menos a amizade. Que lindo!

Ganhou mais uma seguidora. :D

beeijo :*

O Profeta disse...

Este mar de fresco azul
Estas pedras sentinelas constantes
Estas ondas que adormecem nelas
Vieram do mundo em formas navegantes

O amargo das uvas verdes
Cede ao sorriso do astro rei
O doce invade os sentidos
E a ternura impõe a sua lei


Boa semana


Mágico beijo

Layse disse...

Também gostei daqui!
Gostei especialmente deste! ;) Me identifiquei muuito! (:

Anaah disse...

ooi
que lindo o post, cara *-* amei. me identifiquei pra caramba, as vezes fico pensando nas amigas de antigamente, e dá uma vontade de ir lá e dizer que não importa o que aconteceu, quer voltar a falar e tal.
to seguindo, beeijo :)

Gi disse...

Nossa como assim ... a gente para em cada Lugar na net né? Adorei seu Blog! Muito mesmo!

Isabelle disse...

Demais...
Bom texto mesmo

Letícia Alvares disse...

Hey.. parabéns pelo blog. Lindo.. O título do post diz tudo, no meu ponto de vista, amizades e amores realmente se vão... Só precisamos aprender a guardar só as lembranças boas. ;) Vou seguir, tá? =*

anninha disse...

Você escreve bem. Parabens!
http://www.annenhabazar.blogspot.com/

Brysa L... disse...

Que lindo! Lembrei de uma amiga minha, a primeira menina que eu me apaixonei.

- Biia disse...

oooi,

Amei seus textos
são perfeitos,da para me identificar bastante.

Estou seguindo
Beiijos ;*

- Fer disse...

ameeei seus textos, eles saao muito perfeitos, me identifiquei muito com eles.
estou seguindo
beijos.