terça-feira, abril 13, 2010

Forte. Strong.

É tão de alma que sua sobrevivência me faz viver. É com a força do coração. Sua respiração me faz tremer. A realidade não pode falar; não condiz com as condições.
Ao menor impulso e ao menor estado cociente de espírito permeia teu nome em maiúsculo.
Semeia minha coragem. Alimenta minha esperança. Dá assas a imaginação.
Saudade: palavra dolorida. Existência: palavra de conforto.
Houve uma interrupção dos sonhos e de todos os meus contos de fadas. O pobre mortal fez deste sentimento algo mortífero.
Mas a verdade não pode deixar de existir. Não há quem saiba descrever. E nem mesmo quem possa compreender. Pudera uma encenação ser tão realidade?
Seus olhos brilhavam tanto. Suas mãos eram tão tremulas.
Você pode sentir meu coração pulsar. E eu pude ver a verdade nos teus olhos.
E o mundo girou mil vezes e trocou de cor a cada giro.
O preto foi gradativamente ficando branco, até que ardesse em cor vermelha;
Em tons de rosa foi se escondendo... Foi se diluindo.
Mil cores depois o vazio enigmático do preto retornara.
Hoje o dia tem uma cor diferente de todas essas mil.
Vi o dia nascer em preto de saudade. O vejo desabrochar em cinza de ausência.
Sinto o leve azul do céu a mudar o rumo. O tom de amarelo da sua voz. Todas as cores em uma consonância única com o vermelho radiante, pulsante e intensamente forte.
O brilho dos teus olhos quase me cega. Aperto tão forte os meus para comprimir a lagrima.
O sorriso toma a face. E a alegria grita alto. Os anos passaram e nada mudou.
A historia é essa. E não importa a pressa. Tudo sempre vai continuar intacto, e igual.
O tempo passou mais uma vez. As cores se fundiram em um céu azul anil.
O meu pensamento espera você. O meu instinto sente você. O meu faro quer o seu cheiro.
Cadê você agora? O dia voltou a ser preto de saudade.

2 comentários:

HSLO disse...

A saudade é algo que nos enlouquece sabia..aff. E o pior é essa dor no coração;


abraços

Hugo

camila souza. disse...

ai nem fala meo "/